sábado, 27 de agosto de 2011

Componente

  
     As lembranças, recordações, memórias, também mentem!
   
     É capital, em todos os sentidos: deduzo os inconvenientes; gasto o aborrecimento, apenas. Retiro o componente. Perde-se a parte, num aparte que me interessa, mas não se perde o todo, enquanto, ao longe, muito distante, o “Irene” se arrasta e deixa as suas marcas. Não fico feliz por não ser aqui, por ser mais ou menos forte e deixo, por um longo momento, ocupar-me com a infelicidade alheia, por humanidade, num bom sentido. Dor! Atingiu, atinge e atingirá, até à extinção sem expectativas. Sincera e definitivamente, não partilho as suas alegrias, ainda que pudesse ser pior.
     
     Contudo, impõe-se que prossiga. Avanço!



Sem comentários:

Enviar um comentário