terça-feira, 16 de junho de 2015

títulos longos ou os diminutos


canal central | ria de aveiro | aveiro | portugal




assim como não nos servem certos dias, 
certos ventos, certas chuvas, certos calores…
e, também, não nos servem certos amores, 
podem não te servir certas palavras, arredias; 

certos versos, certos poemas, certas simpatias; 
ou certas páginas deste livro aberto às dores, 
que podem ser felizes e de outros valores, 
próximos do encantamento mágico das harmonias. 

nem todos os dias somos iguais ao princípio da memória, 
quando a manhã nos encontra espalhados pelo quarto, 
no momento imediatamente antes de juntarmos as peças. 

nem todos habitam nas paredes num momento de glória 
e o amor pode não ser a amalgama de sentimentos em parto. 
eu sou feliz [de certa forma], mesmo quando tudo está às avessas… 



 [livro aberto]



2 comentários:

  1. Ser feliz é um estado de alma...

    ResponderEliminar
  2. pois é...temos de saber gerir todo esse clima para conjugar harmonia e tentar ser feliz.
    um beijo
    :)

    ResponderEliminar