sábado, 9 de agosto de 2014

paralelo, o início





deste lado também existe um paralelo, 
com linhas que desfiguram a paisagem, 
onde qualquer pessoa pode começar, 
hoje. 
o tempo nunca há-de entender 
o sofrimento ameno das dores de parto 
ou das dores da partida, 
nas dores do amor. 




-inicialmente no paralelo [07 de abril de 2014]

3 comentários:

  1. com este colorido da imagem, as dores ficam mais amenizadas.

    boa semana!

    :)

    ResponderEliminar
  2. A paisagem é belíssima com um complemento poético 'sem paralelo'
    Adorei!

    ResponderEliminar
  3. Nem as cores curam as dores...

    Beijinhos Marianos, Henrique! :)

    ResponderEliminar