sexta-feira, 7 de abril de 2017

Vêm renascer à ria


A cidade enche-se de páscoa. A sua depressão 
de inverno: curada pela chegada da psicologia 
multilingue de olhares ávidos de salvação 
e deslumbre, que, num impulso brusco que pausa, 
seguem a tribo hasteada, com o olhar, para ver longe 
a polpa do seu longe; deambulam nas marés vivas 
de momentos irrepetíveis e na afabilidade do clima, 
onde se exceptua o sobressalto do seu rubor que é 
a demora do meu sol na sua pele, ou algo assim. 


 [massivo]


1 comentário:

  1. Descodificaste na perfeição, a crescente agitação, que estes dias de férias de Páscoa, sempre trazem à tua belíssima cidade...
    Excelente trabalho, como sempre, Henrique!
    Beijinhos! Boa semana! Virei no final da mesma, com tempo, apreciar o que entretanto não tem dado para apreciar com calma, por aqui...
    Ana

    ResponderEliminar