quinta-feira, 13 de agosto de 2015

pôr só


aveiro
cais do côjo | aveiro | portugal




revisito momentos lugares coisas pessoas 
todos parecem ter mudado de alguma forma 
mas não por igual 
alguns parecem quase irreconhecíveis 
quase desiguais 
não na mudança estereotipada 
dos gradientes da cor ou da corrosão do tempo 
da força gravítica ou da acção climática 
da actividade social ou dos agentes clásticos 
não há um metamorfismo 
é uma mudança que está em mim 
eu sou a mudança 



[a ilha]




1 comentário: