sábado, 28 de abril de 2012

Foco



6 comentários:

  1. Respostas
    1. É a imagem de um terreno que foi "limpo".
      Há uma vida cortada (a cana-da-índia) e o que sobra vai secando de cima para baixo, gradualmente... É previsível que a raiz não seque... Há o enfoque na área circundante... Foi alvo da "limpeza" ou destruição. Resta pouco da erva-da-fortuna, planta invasora, mas sabe-se que voltará, assim como é previsível que a cana se "regenere".
      No fundo há o corte, a ausência, a "destruição", alguns restos e vestígios ... Pistas e, aparentemente, pouco mais do que nada. Nem grande, nem pequeno.
      É uma porção de realidade, de um momento...

      Eliminar
    2. Eu bem que me parecia que era mais do que aquilo que os meus olhos conseguiam ver.
      Mas "pouco mais que nada" não! Têm um terreno onde se pode plantar aquilo que se deseja. ;)

      Eliminar
    3. :)
      Sim, desde que se cuide.
      Beijinho

      Eliminar
    4. Então "faz favori" de cuidar muito bem!!!

      Eliminar