quarta-feira, 5 de junho de 2013

Por mim


Vagueira, praia

Vem do sonho da poesia,
O homem já crescido.
Consigo trás a criança, que é,
O caminho e a fantasia
De desejar ser amado e ouvido,
Muito além da distância e da fé.

Trás o toque de pele e a ponte,
Um arco-íris colossal inventado;
O aroma de um corpo e o trilho,
Apenas um presente e uma fonte;
A carência e o beijo arrebatado,
Um abraço vazio e um trocadilho.



8 comentários:

  1. Henrique,
    Arrebatadora e, mágica poesia que oferta o sonho e, a fantasia.

    O meu sorriso de deleite usufruído e, que oferto-lhe.

    Ana

    ResponderEliminar
  2. E de palavra em palavra damo-nos a conhecer nossa alma poética quando estamos amando a vida,
    muito lindo o poema Henrique
    um abraço

    ResponderEliminar
  3. quando a nossa criança vem também e não a deixamos perdida pelo caminho os sonhos existem e podem ser realizados
    beijos

    ResponderEliminar