quarta-feira, 6 de março de 2013

incluso



por um instante
sacudo a alma
e em abraços de afecto
uno o frio livre
aos sonhos povoados
sigo o calor de dentro
aguardo
paciente
enganos que saem
juntamente com os extintos
sonorosos
que me acompanham

distintos
do outro lado intrínseco
o farol orienta destinados leais
e a chaminé projecta anseios
na antiga salmoura
e sociabilizam
portadores de fé
não é fácil
nada o é
paro à entrada
perfeita e abundante frequência
saúdam-me cercos inclusos
afago a tarde das portas e janelas abertas
oásis compreensíveis
que fluem espontaneamente
e abraço-me nos braços do amanhã
onde entro
transponho as utopias de fora
o presente fecha a porta


Sem comentários:

Enviar um comentário