quinta-feira, 19 de novembro de 2015

arronches


rio caia
arronches, rio caia | portugal


arronches é o início da construção da paz e 
do amor lato; a hora mista do deleite, como 
que a esperança dos dias no fervilhar do sossego 
rente ao caia, onde sempre me foi permitido 
folhear todas as perguntas, que de outra forma 
pereceriam sob olhar atento de gralha-pretas 
da praça. caia que me olha sem reparar em mim, 
enquanto foge do mar, sem limos de despedida, 
numa manifestação pacata de altivez, e entretido 
com as garças, pernilongos, estorninhos, um 
ou outro grou, entre tantas outras aves; onde 
eu sou, apenas, um homem simples e os peixes 
não são definitivos e escondem segredos por trás 
das rochas absolutas. os meus não passam 
das atalaias, a quem tentam, a custo e em auxílio, 
suster, contrariando a força gravítica das metáforas. 



 [o significado do silêncio]



Notas:
Arronches - vila portuguesa, sede de município, do distrito de Portalegre, na região do Alentejo e sub-região do Alto Alentejo.
Caia – rio português que nasce na Serra de São Mamede, distrito de Portalegre, e desagua na margem direita do rio Guadiana.
Pernilongo – aqui, no sentido de ave ribeirinha, limícola (Himantopus himantopus).


1 comentário: