sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Extrospecção


A alegria aérea da ria e a indecisão do crepúsculo 
da cidade, fundem-se e assemelham-se a um 
capricho de névoa para embalar as palavras. 
O outro poema que está no grou de papel 
e eu estou aqui (o nome do lugar nada acresce 
ao poema), a olhar para o vazio, vocês sabem 
como é, de um pacote cheio, sete a nove gramas, 
de açúcar, mas não sabem porquê ou se eu sei, sequer.


 [massivo]



2 comentários:

  1. A poesia... a inspiração e a ria... numa bela fusão... de inspiradas palavras...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar