segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Breviário [XXX]


       Porque protestas, silêncio, contra o meu silêncio?


11 comentários:

  1. existem silêncios cumplicies onde as palavras não precisam ser ditas, mas outros silêncios que dilaceram a alma, espero que o teu caso seja o primeiro
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. [É lógico que o silêncio, em si, não protesta (pode ser uma forma de protesto, mas é outra história). Faço este à parte antes que alguém, ao ler, se confunda. :)]

      Existem silêncios de cumplicidade, de entendimento e/ou por serem desnecessárias palavras, concordo, e, como referes, existem, também, silêncios para magoar ou para contestar (pacificamente ou de forma mais aguerrida, violenta. Há silêncios que violentam, sim).

      Embora conheça casos reais, em que há quem promova e pratique o silêncio e critique o silêncio de quem é objecto do seu silêncio, a pergunta, aqui, não é pessoal, ou melhor, como está na etiqueta, não tem destinatário. É "de mim para mim".
      [ :) E partilho. ]

      Beijinhos
      ;)

      Eliminar
    2. [E, logicamente, tudo o que digo pode ser livremente contestado!]

      Eliminar
    3. Penso que já aqui disse uma vez que a verdade é dúbia, há a verdade de quem escreve ou fala e a de quem lê ou escuta, depois a interpretação vai de acordo ao nosso estado de espírito,não é fácil perceber o que vai no pensamento de quem escreve ainda mais quando quando as pessoas só se conhecem por palavras isto para te dizer que nunca irei contestar o que dizes pois é o teu sentir, o meu é que pode ser diferente, e sabes que uma das coisas que me atrai nos blogues é a outra forma de entender uma situação, pena que raramente isso aconteça nos comentários,é que grande relatório que já aqui vai, desculpa fazer-te ler isto tudo, vou fugir,beijinho

      Eliminar
    4. Pode não parecer mas, eu gosto de dizer o que realmente senti ou quis dizer, como forma de manter um diálogo ou elucidar, tornar a partilha mais rica; contudo gosto ainda mais de ler o que cada um quer dizer e sentiu sobre o que leu e encontrar o sentido dessa leitura, e, por vezes é fantástico. Este é um espaço de liberdade e a escrita serve para provocar emoções e reacções, não a indiferença.
      Obrigado!
      Beijinho

      Eliminar
    5. partilho desse teu sentimento apesar de não parecer uma vez que no meu cantinho não respondo aos comentários, houve um tempo em que não era assim mas como o numero de comentários cresceu muito o que já não é o caso e tive de parar não tinha tempo suficiente para responder, mas perde-se muito sem duvida, já agora aproveito para agradecer o teu carinho as palavras amigas que sempre me deixas e das quais muito gosto apesar de pensar que não mereço tanto, escrevo o que me sai no momento o que sinto,mas nada é estruturado, e agora sou eu que digo és muito gentil
      beijinho amigo

      Eliminar
    6. Obrigado, Luna! Eu sou, apenas, sincero.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Verniz Negro24/09/12, 22:02

    Olá Henrique! E com tão poucas palavras se diz tudo. Muito bonito o sentimento expresso na pergunta, muito pertinente. Beijinho boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes temos a felicidade de, numa frase, nos encontrarmos no contexto do receptor, ou na mesma frequência, e tudo faz sentido.
      Obrigado e uma boa semana!
      Beijinho

      Eliminar
  3. Há protestos próximos do «olhem para o que eu digo, não olhem para o que eu faço».
    Um beijinho.

    ResponderEliminar