quarta-feira, 3 de setembro de 2014

se olharmos com atenção




é assim o sorriso de certas palavras: consistente. 
um sorriso firme, tão genuíno e contagiante, 
que percorre a noite como um foco de luz; 
que demora na retina e se propaga docemente 
a todos os sentidos, capaz de apaziguar o pesar 
dos dias que escarnecem a existência circundante. 
sorriso com perfumes, com melodias, com sabores, 
com tonalidades, com temperaturas, com formas; 
que abraça segura, lânguida e despudoradamente, 
num arrebatamento manifesto e próximo do infinito.




-inicialmente no paralelo [06 de maio de 2014]

1 comentário:

  1. E esse azul!! Entende-se Vermeer, ao ver esse azul!!

    Beijinhos Marianos, Henrique! :)

    ResponderEliminar