terça-feira, 25 de outubro de 2011

Procedimento


     Datas-limite. Prazo.

     Multidão. Rua de dois sentidos. Mais multidão. Monumento. Panorama. Imagens fotográficas em sequência captadas com intervalos irregulares, angulares e com exposições diferentes, projectadas em cadência constante. Enquanto a vespa circula, destemida, entre a ilustre turba de naturalidade perene e abespinhada pelas ferroadas que esta (vespa) distribui gentilmente.

     Alienação. Os indivíduos, alheios e suportados em outras imagens, dão crédito, unicamente, a dor expressa. Paralelamente, o logro da valentia das verdades simuladas não se materializa.

     Comentário. As figuras do espelho parabólico aparentam rabiscos, esboços, borrões sumários e desfocados, ou interceptam-se num ângulo morto de um tempo morto e repousam fora do discernimento.

     Rotunda. Assomam-se salvadores da pátria, assumam-se responsabilidades.

     Repito-me, sem personalizar: Assustam-me as diferenças postiças e as inclusões decretadas arbitrariamente. Não gosto, sem rancor, que tomes a vespa por abelha.

     Chegada. Termo. Fim.

     Reiniciar.

2 comentários:

  1. Prodecimentos.

    Multidão.
    Rua de 2 sentidos.
    Sequências de personalidades que se cruzam e diversidades de modos de estar.

    Rotunda.
    Adaptação.

    Partes de seres que mostram partes do que são.

    Somos um todo que se mostra por partes.

    Termo.
    Hora das gotas.
    Fim.

    ResponderEliminar