segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Uma Saudade


Chegam-me ventos fortes que murmuram sobre ti.
Agora que estou longe, estou mais atento,
Ciciam brandos, irascíveis mas, sem lamento.
Apiedaram-se da alma que se ausenta, logo que parti.

O odor traz-me a lembrança e a vontade que senti,
Que sinto e que me alegra, benigna e com alento.
Estou pronto para partir a qualquer momento
E entregar-me nos teus braços, aos abraços que perdi.

Por mais indelicados que soprem, como quem quer empurrar,
Não me tiram o sorriso e a lembrança nostálgica e carinhosa,
Por mais cruéis que se provem, como quem quer impressionar.

Sigo, assim, os caminhos brandos de uma vida mansa e airosa,
Arejada pelos humores de um tempo que nos quer anexar.
Estou bem e fica feliz, no retorno, em breve, todo se goza.

15 de Fevereiro de 2007



2 comentários: