segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

um grande resumo





uso de toda a franqueza
não sei até onde e quando posso suportar com paciência
mostra-me de boa vontade o que sentes
quando tocas a rebate
sou sensível
mas não sei se sou bom a adivinhar sentimentos
gosto do frio e do calor
por vezes, muitas vezes, prefiro o primeiro
e gosto de estar comigo, em mim
mas, com certeza, gosto de sair e ficar fora
e fora, tão fora, de mim


   

1 comentário:

  1. Também sou assim, às vezes. Belo poema, Henrique!
    Que seu natal seja lindo e muito feliz!

    ResponderEliminar