sexta-feira, 21 de março de 2014

urbe X




as palavras chegaram lentamente 
sem saber que destino dar à esperança 
ou que sorte cabe às recordações 
que se habituaram a mim e ao gosto 
das extensas caminhadas junto à ria 
e caminhámos juntos com o poema 
que acordou comigo pela madrugada 
quando deitámos as estrelas e a noite 
que apelou ao rumo e pediu a saudade 
onde as histórias se projectam à distância 
mas que se desvendam tão próximas 
que partem novamente como partiram 
que partem novamente sem partir 
com a mesma fragrância de despedida 
com a mesma fragrância de despedida 
estivemos juntos durante todo o dia 
e à noite tínhamos quase revisitado 
um ano incrível como os sentimentos
como sentimentos 



Sem comentários:

Enviar um comentário