quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Breviário [XVIII]


     Num rascunho, uma oportunidade; num tempo, uma vida.

     Há incidentes que possuem a virtude de mudar o rumo da existência. Basta um momento efémero de modo, ou de sensatez, e o trilho sobressai, rigorosamente, no lugar onde sempre existiu. É o momento, como um presente do presente, que se impõe inadiável, indeclinável e irrefutável.

     Os percursos com consonâncias e de satisfações, ainda que tortuosos, podem conduzir-nos, mais facilmente, a destinos mais sociáveis e numa viagem tratável.

4 comentários:

  1. Numa notal mental: dar a nós mesmos a oportunidade de ser feliz, e se não, pelo menos de viver!!
    Gostei deste rascunho!


    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Deixo um beijinho Henrique espero que esteja tudo bem. Gostei do teu rascunnho amigo.

    ResponderEliminar
  3. Olá, S.o.l.!
    Sim, pelo menos viver!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Obrigado, Noctívaga!
    Está tudo bem. As melhoras!
    Beijinho

    ResponderEliminar