quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

porque é noite e eu estou sem lua




somos todos iguais 
este é o caminho que me permitiu chegar aqui 
caminho que se recorda de mim 
que me faz lembrar quem eu sou 
e o que não procuro 
num espaço onde todos somos diferentes 
onde me ajusto 
onde me correspondo 
montado gentilmente em palavras 
sem deixar de ser verdadeiro 
   
eu suponho que a ria esteja adormecida 
não protesta pelo meu aparente olhar alheado 
presumo que trocaram a cidade 
enquanto eu sonhava à tarde 
com uma tarde de equidade e de amor 
porque as mesmas ruas são mais felizes 
as mesmas casas tem as mesmas cores mais vivas 
as mesmas portas estão agora abertas 




3 comentários:

  1. Que lindo sentir!
    Que sensação boa a o ler. Obrigada.
    Bom dia!

    ResponderEliminar
  2. Houve um tempo em que a lua se escondeu de mim... agora ela brilha em ruas mais felizes e em casas com cores mais vivas...

    ResponderEliminar
  3. Un luz hermosa y nocturna adorna tus letras!
    Bello post, besos!

    ResponderEliminar