domingo, 15 de junho de 2014

urbe XL




aveiro e a ria de olhos nos olhos num abraço 
há domingos em que a cidade pode ocupar 
outras cidades e foge das palavras com cio 
embebida em vida que jorra na magia da rua 
há domingos que se preenchem com a cidade 
numa profusão polissémica de odores e sons 
de imagens e sentidos num ócio que acaricia 
há domingos em que a cidade fica repleta 
de outras cidades e de idiomas e de alegria 
onde nem todos os calendários marcam 
o mesmo dia e os relógios se esquecem 
no silêncio das obras e um resto de lençol 
despreocupado com a correcta forma de estar 



Sem comentários:

Enviar um comentário