sábado, 22 de fevereiro de 2014

na melhor perspectiva




mudam as cores. os dias de sol
e as noites de céu estrelado
já eram uma distância
que povoava apenas a memória
no sítio que me mantém de forma urgente
para além da respiração e dos sentidos
onde se ouvem os ecos do coração
onde as palavras começam a florir
e explicam a chegada de um novo ciclo




1 comentário:

  1. Algumas tardes já vividas deixam entrever a luminosidade do seu poema,e só quem tem o dom das palavras deixa fluir
    lindamente assim.
    ecos que chegam aqui ,
    obrigada por partilhar

    ResponderEliminar