terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Um outro fim


Um outro fim
ou
O retrocesso

E um dia sem data,
Com a Lua enjeitada,
De pejo em vergonha,
Encontrei a ilustração
Que quis dividir comigo a tarefa
E, enquanto a alma deseja,
Enviou-me para o Inferno sem fantasia.

De regresso, sem mandos,
Com o Inferno e a Lua,
Já não era pretendido,
Já não era capital
E não consegui devolver-me.

27 de Dezembro de 2011.


5 comentários:

  1. Sugeria um novo começo Henrique, agora que este ano está prestes a findar, que tal um 2012 auspicioso?

    :D

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. :D Queres te rir?

    E eu que pensei quando li " há devir" que te tinhas enganado e que deveria ser há-de vir" :D

    Pronto, dicionário online serve para estas coisas, e tu fazes-me lá ir constatemente (há dias que até me sinto assim mais para o loiro :D )

    Que venha com paz e sorrisos!

    ResponderEliminar
  3. :D
    :)


    --
    Sim, muita paz e sorrisos!


    Beijinho

    ResponderEliminar