sábado, 19 de março de 2016

alegorias


aveiro | portugal


as palavras saltaram da cartola para a cidade mágica. 
não tem importância os olhos, ou os olhares, vazios, 
que tentam derrubar os sonhos, emudecer as figuras 
de estilo, desconsiderar a unidade discursiva, reduzir 
a poesia, o cabimento. importa a densidade e união 
da cidade líquida. importa exacta e justamente o âmago 
das pessoas sem máscaras, vítreas; os seus afectos, 
a sua benevolência, a generosidade, a sua criatividade; 
a sua magia, que envolve e afaga num genuíno abraço. 


 [palavras relacionadas]


2 comentários:

  1. Que bom que ainda podemos contar com as alegorias para dar nuances mais leves aos nossos dias...

    Bom domingo, meu amigo!!!

    ResponderEliminar
  2. A poesia, como um plasma, que revitaliza e devolve a vida... que a vida insiste em nos tirar... a tudo o que nos rodeia...
    Uma brilhante alegoria, a enaltecer o importante papel da poesia... e mais uma panorâmica fantástica da ria...
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar