segunda-feira, 27 de junho de 2016

encontrar-nos-emos


santa cruz, torres vedras | portugal


encontrar-nos-emos, porque o universo tende para o finito; 
porque há o sol, há a lua, há o azul e o desejo e o sonho; 
porque sabemos que temos que inventar o caminho 
e os nossos sentimentos iluminam todos os sentidos; 
porque teremos outra idade e poderemos ter ainda outra; 
porque o engano é um esquecimento que o tempo corrige; 
porque, mesmo de olhos vendados, os afectos conjuram 
e agasalham o nosso despudorado encontro. porque sim! 


 [elipse]


2 comentários:

  1. porque sim.
    também acho.
    uma bela foto e um poema a transbordar ternura
    boa semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  2. Encontrar-nos-emos... porque todo o universo é uno...
    A imagem está um arraso de boa! Com essa perspectiva tremenda!...
    E o poema lindíssimo... apetece-me surripiá-lo para qualquer dia lhe dar destaque, por lá no meu canto... antes disso... aparecerão umas linhas tuas, que te tinha pedido há tempos... talvez na próxima semana... que esta avizinha-se bastante ocupada... :-(
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar