quarta-feira, 18 de maio de 2016

sem moldura


portalegre | portugal


as palavras também tacteiam no escuro, 
com uma vontade milenar de alcançar. 
não me alicia o conhecimento de algumas 
palavras não ditas, aquelas que, pela sua 
natural inércia, perderam a oportunidade, 
e que, por vezes, surgem furtivas, tarde, 
pintadas de inocência. 



 [palavras relacionadas]


1 comentário:

  1. A palavra... sempre peca pelo excesso... ou pela falta...
    Sempre difícil de dosear...
    Na falta de oportunidade, em dizer a palavra certa... sempre haverá um qualquer gesto, bem à altura da mesma!...
    A paisagem... sem moldura... está linda! Pena o azul do céu não ter colaborado... mas dias bem nublados... não têm faltado este ano...
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar