sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Ribamar


Um resto sombrio de luz difusa propaga-se e matiza
O céu e os cirros como um imponente vaticínio de glória.
O mar avançou sobre a minha humedecida memória
E recuou para de novo investir, numa rotina que enfatiza.

Erguido, elevado, e ao lado do rochedo que profetiza,
Vejo o céu cor de palha e laranja, imagem satisfatória
Que não me celebra, nem difunde qualquer vitória,
Numa revolta apaziguada que, também, não me ironiza.

O relento e eu, em coerência inequívoca e cooperante.
Espalham-se anais por vários quilómetros do mesmo céu,
Com a bruma em unidade parceira e em forma de véu.

Um acto íntegro de compadecimento, distinto, distante,
Agarra-se com arrojo a um último e extremo olhar rasante.
Lograsse ela levar-me como seu derradeiro troféu…

25 de Novembro de 2011.

4 comentários:

  1. Maravilhoso! Está... li-o duas vezes e senti-me voar um pouco. Como me disseste a outras dimensões, lugares, vida. Um beijinho grande e muito obrigada por tudo o que me dizes... Lamento dizer mas penso que vou voltar ao Sapo, não deixando de manter o blog aqui. As pessoas de quem eu queria distância já aqui me localizaram e assim sendo não há razão para me "esconder". É lamentável fazerem-me um rastreio de tal forma que me sinto perseguida...Só espero que possa continuar a ter a tua presença lá e não te esqueças de mim. Ia ficar bastante triste se acontecesse. Tenho-te estima. Obrigada.

    ResponderEliminar


  2. Olá, Noctívaga!


    Terei todo o gosto em continuar a ler-te no Sapo, já o fazia antes. Não é muito “longe”.[;)]
    Se pensasse puramente de forma racional optaria pelo Wordpress; se pensasse puramente de forma emocional ficaria no Sol ou no Sapo. Esta plataforma não é tão apelativa, nem tudo funciona bem e sempre da mesma forma mas, pelo menos por agora, gosto de estar aqui, onde encontro paz e serenidade para deixar escrito o que pretendo, quando pretendo, como pretendo, embora, não exactamente na forma de que gosto. Longe, ou desconhecedor, de enredos sobre o que sou e não sou. Procuro essencialmente paz, transmitir e partilhar alguma coisa, principalmente a mim; não me interessa a popularidade. Até porque tenho a noção clara e perfeita de que não sou ninguém neste meio, não o quero ser e gosto disso; tenho a consciência de que não passo de um esboço de amador e vivo bem com isso. Se encontrar uma pessoa, pontualmente ou não, para trocar ideias: óptimo!


    Lamento que te persigam e te importunem. Agradeço o comentário e visita amáveis.
    Também te estimo muito.


    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  3. Olá de novo. Sabes que é isso que eu quero...Agora? Essencialmente. Preciso de paz! Também não me importo de protagonismos não me interessa se me comentam muito ou não, só quero quem realmente seja sincero, amigo e esteja apenas interessado na partilha sã e na amizade pura. O que já não encontro lá, como te disse já aqui vieram. Para marcar posição. Que venham! Eu tenho um defeito ligo-me muito aos outros e depois magoo-me. Tenho que aprender a distanciar-me. Se a plataforma não é tão apelativa não faz mal eu é que não me entendo (por agora muito bem com ela) por isso ainda pensei voltar para lá e provavelmente manterei só um blog aberto, não os mesmos, e com outro tipo de escrita, como tu dizes que gostas provavelmente. Mais dura, mais agressiva e algo "louca" como gosto de escrever também em alturas mais "negras". Aqui só estou a ter problemas com uma coisa e gostaria de refazer o blog, mas isso obrigaria a importar este e não sei se resulta tenho receio. Mesmo assim vou tentar, ainda que perca os vossos comentários o que me custa. Mandei-te um mail (e peço desculpa do atrevimento)não o recebeste? É um pouco desconfortável estar a expor algumas coisas aqui mas não faz mal. Beijinho muito grande. Tal como da S.O.L. minha amiga já de longa data (de lá) a quem "contagiei" em vir para aqui, gosto muito de ti. E para mim vocês são suficientes como amigos. Não importa a quantidade, sim a qualidade. Obrigada Bfsemana beijoca doce.

    ResponderEliminar
  4. Olá, Noctívaga!
    Recebi o teu e-mail mas não o tinha visto, nem imaginas a quantidade de e-mails que recebo nessa conta... Spam, basicamente, mas em quantidades "industriais".
    Entendi e podes ficar tranquila.
    Obrigado pela confiança, pelas visitas e amabilidade.

    ResponderEliminar